Louis Vuitton Real vs. Falsa | Como autenticar produtos da Louis Vuitton

por Tim Howard

A Louis Vuitton, sinônimo de luxo e sofisticação, é uma marca que dispensa apresentações no mundo das bolsas de grife. 

Com os falsificadores replicando incansavelmente a marca icônica, a necessidade de precisão na autenticação torna-se fundamental. 

Em nossa exploração de "Real vs. Fake Louis Vuitton", embarcamos em uma jornada para desvendar os segredos e as nuances que diferenciam os produtos Louis Vuitton genuínos de seus equivalentes enganosos. 

Este guia serve como sua bússola, fornecendo um caminho direto para navegar com confiança no mundo opulento da Louis Vuitton.

Leia também: Alternativas mais baratas ao AliExpress com envio rápido

Louis Vuitton verdadeira vs. falsa

Quando se trata de autenticar uma Louis Vuitton, tudo se resume aos detalhes.

Comece com o monograma, certificando-se de que ele seja simétrico e que o couro não tenha emendas. Verifique se há pontos perfeitos e retos em um tom amarelo-mostarda característico e preste atenção às letras maiúsculas com O's redondos.

As bolsas autênticas não vêm com certificados, portanto, tome cuidado com eles. As alças de couro devem evoluir em cor com o tempo, e as ferragens genuínas são banhadas a latão e pesadas. Pode haver forros diferentes, e os selos devem ter caudas curtas e letras finas.

Os códigos de data revelam detalhes de fabricação, e as bolsas com uma licença especial não os possuem. Os logotipos dos zíperes evoluíram com o tempo, e os verdadeiros sacos para pó são simples - bronze suave com o logotipo da LV.

Monograma Louis Vuitton

Criado na década de 1920 para combater falsificadores, esse monograma mudou ao longo do tempo, mantendo intactas suas características exclusivas.

Comece observando a assimetria do padrão - ele deve ter propriedades irregulares, começando de forma assimétrica. 

Ao examinar a disposição das letras, o "L" deve estar na parte inferior, ligeiramente sobreposto ao "V". Em seguida, você encontrará um padrão floral, um círculo, outra flor e, finalmente, o "LV", formando um layout simétrico.

Monograma Louis Vuitton verdadeiro versus falso

Fique atento à ausência de cortes, especialmente nas bolsas modernas, onde o logotipo da LV dentro do monograma raramente deve ser cortado. 

As bolsas Louis Vuitton genuínas são fabricadas com couro sem costura, usando uma única peça sem costura no meio.

Trabalho de costura de qualidade

As bolsas autênticas apresentam pontos perfeitamente retos e uniformes. Ao inspecionar as alças, como as da Louis Vuitton Alma e Speedy, cada aba da alça deve revelar precisamente cinco pontos de largura.

LEIA  Shein Designer Dupes Jewelry 2024 | Designer Dupes on Shein

Outro indicador importante é a cor da costura. As bolsas Louis Vuitton genuínas apresentam um tom amarelo-mostarda distinto em sua costura, o que as diferencia das réplicas, que geralmente apresentam um tom amarelo mais brilhante.

Por fim, examine a ausência de fios soltos. As bolsas autênticas da Louis Vuitton apresentam costuras precisas e duráveis, garantindo que não haja pontas soltas. 

Autenticação do hardware

As bolsas Louis Vuitton genuínas possuem ferragens banhadas a latão, um material que passa por um processo natural de envelhecimento, transformando-se com o tempo em um tom de bronze ou desenvolvendo uma sutil tonalidade esverdeada. 

Essa evolução é uma característica exclusiva dos itens autênticos da Louis Vuitton, distinguindo-os das réplicas.

Além disso, ao examinar as ferragens, observe as argolas. As bolsas autênticas da Louis Vuitton usam anéis em forma de D, em vez de arredondados. 

Esse detalhe específico contribui para a autenticidade geral do item, enfatizando o compromisso da marca com a precisão no design.

Validar o código de data

Não todos, mas alguns produtos LV possuem códigos de data que são impressos em uma aba escondida dentro da bolsa. 

Esses códigos de data variam de acordo com o local e a data em que a bolsa foi fabricada e, infelizmente, há vários tipos de formatos de códigos de data existentes atualmente.

Louis Vuitton Manufacturing Códigos de país

Países de fabricação da Louis VuittonCódigos de país
FrançaA0, A1, A2, AA, AAS, AH, AN, AR, AS, BA, BJ, BU, DR, DU, CO, CT, ET, FL, LW, MB, MI, NO, RA, RI, SD, SF, SL, SN, SP, SR, TJ, TH, TR, TS, VI, VX
ItáliaBC, BO, CE, FO, MA, RC, RE, SA, TD
EspanhaCA, GI, LO, LB, LM, LW
Estados UnidosFC, FH, FL, LA, OS, SD
SuíçaDI, FA
AlemanhaLP, OL

Louis Vuitton Date Code 1980s

Códigos de data da Louis VuittonCódigo do anoCódigo do mêsCódigo do paísExemploData de fabricação
1980's:
- Os dois primeiros números = ano86
- Número final = mês6
- Código do país Exemplo: 866A0A0866A0Fabricado na França em junho de 1986

Código de data da Louis Vuitton 1990-2006

1990-2006:
- Código do paísA0A00961Fabricado na França em junho de 1991
- Primeiro e terceiro números = mês9
- Segundo e quarto números = ano61

Código de data da Louis Vuitton 1990-2006

2007 até o presente:
- Código do paísA0A02058Fabricado na França na 25ª semana de 2008
- Primeiro e terceiro números = semana do ano20
- Segundo e quarto números = ano58

Preste muita atenção à consistência do recuo e do espaçamento dentro do código de data. 

LEIA  A Maybelline é uma marca chinesa?

Os itens autênticos da Louis Vuitton apresentam recuo e espaçamento uniformes, demonstrando o compromisso da marca com a precisão na fabricação.

Retire o saco de pó

Os sacos para pó autênticos da Louis Vuitton geralmente vêm em uma cor bronzeada suave, com o icônico logotipo LV. 

Esse design minimalista é uma marca registrada dos itens genuínos, refletindo o compromisso da marca com a elegância discreta.

Em contrapartida, os sacos de pó falsificados podem exibir informações excessivas ou texto adicional. 

Portanto, desconfie de qualquer saco para pó que acompanhe um item LV que se desvie do design autêntico e direto.

Maneiras menos conhecidas de autenticar produtos da Louis Vuitton

Além das formas mais comuns de autenticar os produtos da Louis Vuitton, há algumas outras maneiras de saber se seu LV é verdadeiro ou falso. Do forro ao zíper, vamos ver como você pode validar seu produto Louis Vuitton.

  1. Letras da Louis Vuitton:

Para ter certeza de que sua bolsa Louis Vuitton é verdadeira, verifique se há a marca "LOUIS VUITTON PARIS". Fique atento aos O's redondos, e não aos ovais que as falsificações podem ter. Além disso, a letra L antes do O deve estar próxima, mas não totalmente na parte inferior. E, geralmente, é escrita em letras maiúsculas, mas, às vezes, eles usam uma escrita legal. 

  1. Certificado de autenticidade:

As bolsas Louis Vuitton genuínas não vêm com um certificado de autenticidade. Se você se deparar com uma, fique em alerta máximo - isso geralmente é um sinal de que você está lidando com uma falsificação. Portanto, sem certificado, sem preocupações; essa é a verdadeira.

  1. Forro da bolsa:

Para as bolsas com monograma, fique atento ao tecido de algodão marrom no interior. Agora, se for uma bolsa Damier Ebene, espere ver um forro de microfibra vermelho elegante.

  1. Bolsas de licença especiais:
LEIA  Onde os produtos Givenchy são fabricados?

Se você estiver conferindo as bolsas fabricadas pela The French Luggage Company (TFLC) sob uma licença especial, elas têm seu próprio estilo. Em primeiro lugar, não há códigos de data nelas. Além disso, preste atenção em um estilo distinto de relevo, etiquetas Tyvek e ferragens banhadas a níquel. 

  1. Estilo de zíper:

Nos primórdios das bolsas Louis Vuitton, eles misturavam zíperes de diferentes empresas, como ECLAIR, TALON e Coats & Clarks. Fique atento a essa variedade histórica. No entanto, as bolsas de 1991 em diante têm um hardware de latão dourado com o icônico logotipo LV.

  1. Não há etiquetas penduradas ou embalagens plásticas:

Sem etiqueta pendurada ou embalagem plástica. Os produtos genuínos são simples, portanto, se você vir etiquetas extras ou plástico, é provável que não seja o produto verdadeiro. 

Qual é o cheiro de uma verdadeira bolsa Louis Vuitton?

As bolsas autênticas da Louis Vuitton geralmente têm:

  • Um leve e agradável aroma de couro: Esse aroma sutil vem dos óleos naturais do couro tratado usado em muitas bolsas LV. Ele não é excessivamente forte ou químico.
  • Um cheiro limpo e neutro: Se a bolsa for nova ou bem cuidada, ela pode simplesmente ter um aroma limpo, quase de carro novo.
  • Pequenos traços de perfume ou loção do proprietário anterior: Em bolsas usadas, você pode detectar leves indícios da fragrância ou dos produtos de cuidados com a pele do proprietário anterior. No entanto, esses traços não devem ser muito fortes ou desagradáveis.

Sinais de alerta a serem observados:

  • Um forte odor químico: Esse é um sinal comum de que as bolsas Louis Vuitton são falsas. Os materiais sintéticos usados nas réplicas geralmente emitem um cheiro químico forte que o couro genuíno não emite.
  • Cheiro de mofo ou bolor: Isso indica condições ruins de armazenamento e pode estar presente tanto em bolsas autênticas quanto em falsas. Entretanto, é menos provável em peças autênticas bem conservadas.
  • Um perfume forte ou cheiro de desinfetante: Isso poderia ser usado para mascarar outros odores, possivelmente em uma tentativa de disfarçar uma bolsa falsa.

Conclusão

Ao se concentrarem nessas nuances sutis, os consumidores podem garantir que o luxo em que investem seja nada menos que uma verdadeira obra-prima criada pela icônica casa de moda. 

Em última análise, a jornada para distinguir o real do falso se torna uma busca gratificante pela autenticidade da indumentária.

Leia também:

Posts relacionados

/* */

Você não pode copiar o conteúdo desta página

pt_BRPortuguese